"Eu costumava nos imaginar como duas folhas, sopradas pelo vento a quilômetros de distância, mas ainda ligadas pelas raízes profundas e emaranhadas da árvore de onde havíamos caído. Eu sentia somente uma ausência. Uma dor vaga, sem uma fonte definida. Era como um paciente que não consegue explicar ao médico onde dói. Mas dói."
O silêncio das montanhas.
"Oi mãe, como vai aí? Soube que o mano voltou pra escola, isso é ótimo. Eu tô na mesma, magoando alguns, voltando pra outros, cortando relações com fulanos, e me arrependendo com quase todos. Se tem uma coisa que eu sei nessa vida é que a habilidade do ser humano em magoar e ser magoado beira o inimaginável. Por que diabos é tão fácil fazer isso? Você diz uma frase e é capaz de fazer uma pessoa se afastar de você. E você demora dias tentando recuperar essa pessoa, pra depois fazer tudo de novo. É uma merda!
“Cansado de correr na direção contrária, sem pódio de chegada ou beijos de namorada, eu sou mais um cara.” Essa música do Cazuza é muito boa, eu gosto dela porque faz um pouco de sentido. Eu sempre vou sozinho, eu sempre faço as coisas sozinho, e quando eu consigo algo, eu não tenho ninguém pra me dar um parabéns se quer. É difícil você ser assim, porque quando é só por você as coisas, você simplesmente pensa que se não quer agora, não vai querer. E aí não faz, e termina morrendo na mesmice, nesse saco escrotal de vida. Ô vida desgraçada essa minha, parece que eu levo um tiro toda manhã, e passo o dia me recuperando, ai chega a noite e eu me arrependo do que eu não fiz. Ou sei lá, é tanta filosofia furada. Bom, tchau mãe, meus colegas chegaram, vão me levar pra algum lugar em que eu não precise pensar. Bye."
Um dia fora, William Philippe. 
"Nós temos sempre necessidade de pertencer à alguma coisa; e a liberdade plena seria a de não pertencer a coisa nenhuma. Mas como é que se pode não pertencer à língua que se aprendeu, à língua com que se comunica, e neste caso, a língua com que se escreve? Se o leitor, o leitor de livros; aquele que gosta de ler, não se limitar à quilo que se faz agora, se ele andar pra traz e começar do principio, e poder ler os primitivos e os grandes cronistas e depois os grandes poetas, a língua passa a ser algo mais que um mero instrumento de comunicação, transformando-se numa mina inesgotável de beleza e valor."
José Saramago. 
"Deixa assim, eu me viro bem sozinho. Quer dizer, eu me viro sozinho."
Gabito Nunes. 
"Meu peito clama pela dor de amar. Sou noite escura, sem luar."
Delírios de um momento. 
"Vejo em você uma luz que vale a pena seguir."
Demografar. 
"Existem os finais felizes e os finais necessários."
Amor à Distância.
"Eu queria ser o seu ‘eu faria tudo por você’. "
Requiz 
"Preciso de alguém que chegue e se acomode para ficar, de visitas estou cansado."
Gramaticas.